GYMNAESTRADA MUNDIAL

História
A Gymnaestrada Mundial é o evento oficial da Federação Internacional de Ginástica (F.I.G.), que engloba demonstrações na área da Ginástica Geral, excluindo as competições, oferecendo também momentos onde os países participantes trocam informações sobre os trabalhos desenvolvidos nesta modalidade.

As Gymnaestradas são eventos com a participação activa de todos os atletas presentes, sendo eles espectadores e actores ao mesmo tempo.

Vale lembrar que a Gymnaestrada Mundial não é a Ginástica Geral, a Gymnaestrada Mundial é o evento no qual os praticantes de Ginástica Geral de toda a parte do planeta reúnem-se para apresentar seus trabalhos, conforme as características próprias regionais.

A Gymnaestrada surgiu a partir da realização de festivais nacionais de Ginástica em meados do século XIX, fundamentada nos princípios dos vários movimentos de Ginástica que aconteceram na Europa, nomeadamente na Áustria, Alemanha, Noruega, Suécia e Suíça. O movimento dos Sokols, ocorrido no mesmo período, na região da actual República Checa, também teve significativa influência na criação da Gymnaestrada, principalmente devido à realização quadrienal, a partir de 1879, dos “Slet”, eventos que reuniam até 15.000 ginastas de ambos os sexos, para apresentações de Ginástica.

Todos estes eventos foram momentos festivos de manifestações puramente nacionais, que gradualmente foram admitindo a participação de estrangeiros.

O primeiro festival internacional de Ginástica aconteceu no ano de 1939, na Suécia, quando a Federação Sueca de Ginástica, no período de 20 a 28 de Julho, realizou a primeira Lingiada, na cidade de Estocolmo, em homenagem ao criador da Educação Física na Suécia, Per Henrik Ling (1776 – 1839).

A ideia era realizar um evento de Ginástica sem o espírito competitivo dos Jogos Olímpicos. O programa deste evento previu dois momentos: durante quatro dias foi realizado um festival de Ginástica e nos cinco dias seguintes aconteceu um congresso mundial sobre actividade física.

Um total de aproximadamente 7.500 ginastas de 37 países participou deste primeiro festival internacional que obteve repercussão mundial. Foram dias preenchidos com numerosas apresentações no Estádio Olímpico e em outros locais da cidade. Por sua vez, o congresso mundial contou com a participação de 1.500 instrutores de 30 países, quando aconteceram apresentações didácticas e momentos de debates e trocas de experiências sobre os métodos de ensino, sendo este o último evento de Ginástica antes da Segunda Guerra Mundial.

Outro evento marcante, que deu o impulso final para a criação da Gymnaestrada, foi a realização da segunda Lingiada, acontecida em 1949, da qual participaram 62 países, com a presença de aproximadamente 14.000 ginastas. O formato deste evento foi semelhante ao da 1ª Lingiada, sendo que devido ao aumento significativo de ginastas, para o festival foram destinados cinco dias de apresentações e para o congresso três dias.

Durante a Assembleia Geral da F.I.G., realizada em 1949, em Estocolmo, durante a semana de realização da 2ª Lingiada, Johannes Heinrich François Sommer – “Jo Sommer”, da Holanda, propôs a realização de um festival mundial de Ginástica sob a responsabilidade da F.I.G. Na Assembleia Geral da F.I.G., realizada em 1951, este festival foi incluído no programa oficial de eventos do órgão directivo da Ginástica mundial, com a denominação “Gymnaestrada”.

O termo “Gymnaestrada”, criado por Jo Sommer, significa a essência do evento: “gymna” relaciona-o à Ginástica e “strada” significa caminho. Portanto a interpretação “caminhos da Ginástica” deve ser a ideia principal a ser considerada quando observarmos este que é o maior evento oficial da F.I.G.

A primeira Gymnaestrada aconteceu em 1953, na cidade de Roterdão (Holanda), sendo as seguintes realizadas em: 1957, na cidade de Zagreb (Jugoslávia), em 1961 na cidade de Estugarda (Alemanha), em 1965 na cidade de Viena (Áustria), em 1969 na cidade de Basileia (Suíça), em 1975 na cidade de Berlim (Alemanha), em 1982 na cidade de Zurique (Suíça), em 1987 na cidade de Herning (Dinamarca), em 1991 na cidade de Amesterdão (Holanda), em 1995 na cidade de Berlim (Alemanha), em 1999 na cidade de Gotemburgo (Suécia), em 2003 na cidade de Lisboa (Portugal), em 2007 na cidade de Dornbirn (Áustria), sendo a próxima, 14ª edição, ser realizada em 2011 na cidade de Lausanne (Suíça).

Portugal nas Gymnaestradas
Portugal participa desde a primeira edição, em 1953 – edição esta em que esteve representado por dois clubes (Ginásio Clube Português e Lisboa Ginásio Clube) e cinquenta atletas –, mas não esteve presente na segunda e terceira (Zagreb - 1957 e Estugarda - 1961, respectivamente). Desde a quarta edição em 1965, participou em todas as edições, tendo um mínimo de cinquenta atletas em Berlim (1975) e um máximo de atletas de 1.874 na edição de Lisboa, em 2003.

12ª Edição – Portugal (Organizador)
Esta edição foi a Gymnaestrada que contou com 24 áreas de exibição – entre o Estádio do Jamor, os pavilhões da FIL, o estádio Universitário de Lisboa e o Pavilhão Atlântico –, acolheu mais participantes – o número de atletas era de cerca de 25.000 advindos de cinquenta países em 1.600 apresentações e recolheu as seguintes estatísticas.

Participantes 24.724

Noites de estadia

260.688

Escolas e Clubes desportivos com alojamento

115

Locais de apresentação

21

Apresentações de Ginástica

1000

Espectadores

800.000

Países participantes

47

Média de idade dos participantes

35 anos

Participantes por sexo

78% feminino,
22% masculino

Refeições

148.771

Ocorrências na área da saúde

700

Ocorrências na área da segurança

51

Voluntários

1.430

Gymnaestradas e Participantes


Edição

Ano

Cidade

País

Participantes

1953

Roterdão

Países Baixos

5.000

1957

Zagreb

Iugoslávia

6.000

1961

Estugarda

Alemanha

10.000

1961

Viena

Áustria

15.600

1969

Basileia

Suíça

9.600

1975

Berlim

Alemanha

10.500

1982

Zurique

Suíça

14.200

1987

Herning

Dinamarca

17.300

1991

Amesterdão

Países Baixos

18.400

10ª

1995

Berlim

Alemanha

19.200

11ª

1999

Gotemburgo

Suécia

20.800

12ª

2003

Lisboa

Portugal

25.000

13ª

2007

Dornbirn

Áustria

22.000

14ª

2011

Lausanne

Suíça

19.100

15ª
2015
Helsínquia
-

Filosofia
O objectivo que a Gymnaestrada transmite é, acima de tudo, a união entre os povos. Não consiste na competição ou qualquer outro tipo de disputa. Os atletas que fazem parte da Gymnaestrada têm o objectivo de apenas representar os seus países, pelo prazer de praticar o desporto e de mostrar a sua originalidade, bem como os benefícios da prática constante, que aparecem física e mentalmente na vida do indivíduo.

“Os vencedores da Gymnaestrada são os participantes” – O ideal da gymnaestrada

Organização do Evento
A realização total do evento engloba sete dias geralmente no decorrer do mês de Julho e organiza-se no seguinte esquema:

  1. Cerimónia de Abertura
  2. Apresentações em grupos
  3. Apresentações em grandes grupos
  4. Espectáculos de Ginástica Geral por nações (Noites Nacionais)
  5. Espectáculo de Ginástica Geral da F.I.G. (F.I.G. Gala)
  6. Fórum de instrutores
  7. Evento social para os participantes activos
  8. Cerimónia de Encerramento

A cerimónia de abertura deve acontecer no primeiro dia do evento, em um estádio com capacidade mínima para trinta mil pessoas sentadas. As apresentações em grupo devem ser compostas por, no mínimo, dez ginastas. As coreografias são apresentadas duas vezes, sempre em salas cobertas e em áreas nunca inferiores a quatrocentos metros quadrados.

As apresentações em grandes grupos podem ser feitas com número entre 150 e trezentos atletas e sempre ao ar livre.

As noites nacionais são eventos que acontecem em arenas fechadas e são destinados às federações membros da FIG, que devem mostrar as suas actividades no campo da ginástica geral, associando-as ao folclore e às peculiaridades nacionais. A ginástica de gala, ao contrário, é de responsabilidade de conteúdo da Federação Internacional, que mostra as coreografias executadas pelos grupos convidados das federações membros participantes fundamentadas num tema geral.

O fórum de instrutores compreende palestras, apresentações, discussões, demonstrações didácticas e exibições educativas. Os eventos sociais são para todos os participantes. Por fim, a cerimónia de encerramento acontece no último dia do evento e deve ser realizada em um estádio sob as mesmas condições exigidas pela cerimónia de abertura.

A actualmente denominada ginástica para todos (antiga ginástica geral), além de inspirar o desenvolvimento da entidade, fornece à FIG três valores devidamente divididos e definidos, que ainda servem de base para reger as demais disciplinas: informação, formação e prática. Além disso, sua evolução, objectivos e conquistas passaram a ser vistas nas realizações da Gymnaestrada, o evento mais importante que representa esta modalidade.

O evento realiza-se a cada quatro anos e conta com inúmeros voluntários que se inscrevem para ajudar na organização.

14ª Edição – Suíça
A 14ª edição da Gymnaestrada realizou-se na cidade de Lausanne, na Suíça, entre os dias 10 e 16 de Julho de 2011.
Este evento contou com a participação, de mais de trinta países, entre eles, os lusófonos Brasil e Portugal, totalizando aproximadamente os 20 mil participantes.
O AMADORA GIMNO CLUBE, pela primeira vez na sua história, representou o País e a cidade da Amadora, na 14ª edição da Gymnaestrada, resultado da classificação obtida na prova nacional de apuramento, integrando assim a lista dos 15 grupos gímnicos apurados para o referido evento.

O AMADORA GIMNO CLUBE


AGC- "O Renascimento da Fénix"
Apuramento para 14ª Gymnaestrada Mundial

"JUNTOS SONHAMOS, JUNTOS ALCANÇAMOS!"

As 14 Gymnaestradas

Roterdão 1953
 Zagreb 1957
Estugarda 1961
1965 Viena
1969 Basileia
1975 Berlim
1982 Zurique
1987 Herning
1991 Amesterdão
1995 Berlim
1999 Gotemburgo
2003 Lisboa
2007 Dornbirn
2011 Lausanne
2015 HELSÍNQUIA

 

 
"AGC o amor que nos une, a paixão que nos move!"